O DEUS da Paz

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, oceano, água, céu, atividades ao ar livre e natureza

Ana Burke

Esta sou eu diante de “deus”.

Não tenho necessidade de orações, não preciso me ajoelhar, não sou obrigada a frequentar templos, pular, me contorcer, cair no chão, me arrastar e me humilhar diante deste deus. O Amor jamais exigiria tal coisa.

Não tenho demônios nem acima, nem abaixo e nem dentro de mim. O inferno e Satanás é uma alegoria e a porta larga é a porta que leva à felicidade e à Paz.

No meu mundo não existe joio ou trigo, santos e pecadores, escolhidos e condenados, negros e brancos, homossexuais e heterossexuais, mulheres e homens, países e nacionalidades como: americanos, indianos, africanos, índios, asiáticos e europeus, mas apenas seres humanos.

A minha relação com deus e de deus para comigo, é uma relação de respeito.

Não existe temor ou subserviência.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s