A Sua Verdade e a Minha Verdade

Por Ana Burke
A sua verdade não é a minha verdade e nem a minha verdade deve ser a sua verdade. Uma única verdade sobressai e se destaca acima das outras. É aquela que é sempre contada e recontada, e a cada vez que é recontada, os fatos vão deixando de ser fatos para se tornarem mitos. Quem escreve a história escreve a sua verdade, e coloca no papel aquilo que está de acordo com os seus interesses. É por isto, e devido a isto, que se deve ter muito cuidado porque a verdade sempre pertence àquele que tem maior poder midiático, carismático ou de persuasão. Numa guerra a verdade pertence aos vencedores enquanto os perdedores são transformados em vilões. Os vencedores são sempre as vítimas e os perdedores os seus algozes. Portanto, a verdade pode ser construída. São tantas as verdades e certezas que o mundo em que vivemos se transformou num hospício onde a comunicação entre um ser humano e outro é uma relação sem diálogos. Não pensamos e, se pensamos, precisamos esconder o que pensamos. E é desta forma que a verdadeira verdade é sufocada, proibida de vir à tona para não ferir os mitos que foram transformados em verdades.
 
 
19225836_1863625827223605_2915768492157929362_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s